Escolha uma Página

Queda de cabelos: Saiba qual a origem e como tratar

Queda de cabelos: Para combater o problema, primeiramente é necessário conhece-lo, saber suas causas, consequências e também soluções. Assim, tentamos nesse post ajudar você a entender como funciona o processo da perda de cabelos, e mostrar algumas atitudes simples que podem reduzir e até mesmo parar a queda.

Queda de cabelos é diferente de calvíce

Queda de cabelos, chamada de eflúvio telógeno, corresponde a cerca de 300 fios por dia, sendo um pouco maior que a perda natural diária. É um problema que pode ter diversas causas e que pode ser revertido com soluções relativamente simples. A calvície (alopecia androgenética) já é um problema mais sério, associada à testosterona e a predisposição genética. Apesar da associação com o hormônio masculino, também afeta as mulheres, que também possuem este hormônio em seu organismo, numa quantidade bem menor. A calvície pode ter início com uma queda severa de cabelos como a citada anteriormente, mas também pode acontecer de, na perda natural diária, os cabelos não serem substituídos pelos cabelos saudáveis. QUAL A QUANTIDADE DE FIOS QUE PERDEMOS NATURALMENTE? De acordo com o dermatologista Ademir Jr., especialista em saúde capilar, a perda natural de fios varia de 50 a 100 fios por dia. Na perda natural, os fios que caem são substituídos por fios saudáveis, num processo de renovação dos cabelos. Quando não há crescimento de novos fios o cabelo vai ficando mais ralo, indicando a calvície. E quando a perda é frequentemente muito maior, significa a queda de cabelo. CAUSAS MAIS IMPORTANTES DA QUEDA DE CABELO Já vimos que a calvície está associada a predisposição genética e ao hormônio masculino testosterona. Já a queda de cabelo pode ter muitas outras causas: – Podemos citar a alopecia traumática, relacionada a estresse, alterações psíquicas repentinas, depressão, e também a alopecia areata, onde pode também aparecer a caspa (dermatite seborreica), provocada pelo aumento da produção de óleo pelas glândulas sebáceas. Na maioria dos casos o cabelo volta a crescer normalmente quando a questão emocional é resolvida, exceto em casos em que haja predisposição genética para a calvície. Queda de cabelos   ALIMENTAÇÃO – A falta de ferro na alimentação causa afinamento e queda dos cabelos, já que o sangue depende do ferro para formar as hemoglobinas, responsáveis por transportar oxigênio para o interior das células, levando energia para cabelos e unhas. A falta de ferro pode não ser causada apenas pela alimentação, mas sim por problemas com a absorção de ferro dos alimentos. Por isso é necessário realizar uma avaliação médica para chegar a um diagnóstico preciso e definir o melhor tratamento. Outro problema relacionado à alimentação é o consumo excessivo de vitamina A, encontrada em carnes vermelhas e algumas verduras e legumes. Em níveis normais ela tem papel essencial para a visão, formação dos ossos e fortalecimento do sistema imunológico, mas em excesso, muitas vezes causado pelo uso de suplementos alimentares, pode causar queda de cabelo, dor de cabeça, ressecamento da pele, aumento do baço e do fígado, e dor nas juntas. Queda de cabelos   .  PROBLEMAS RENAIS – Doenças renais provocam alterações na quantidade de proteínas no sangue, causando enfraquecimento das unhas e dos cabelos. DISTÚRBIOS DA TIREÓIDE – Os hormônios T3 e T4 da tireóide auxiliam na manutenção de peso, na disposição e no funcionamento de órgãos vitais. Quando a glândula tireóide passa a funcionar mais lentamente, desenvolve-se o hipotireoidismo, que torna os níveis de hormônios mais baixos, comprometendo todo o organismo, inclusive a síntese capilar. LÚPUS – É uma doença autoimune, onde os anticorpos se voltam contra o organismo, provocando um processo inflamatório que afeta a pele, e causa lesões no couro cabeludo e desnutrição dos folículos. Os rins são os órgãos mais atingidos e com o comprometimento do seu funcionamento, os cabelos também se tornam mais frágeis. O maior problema é que a doença não tem cura, mas pode ser controlada, e se não houver grande perda de cabelos, eles voltam a crescer normalmente. USO DE QUÍMICA NOS CABELOS – Alisantes, defrisantes e permanentes podem agredir os fios. Alguns componentes como o formol podem ser prejudiciais aos cabelos, provocando perda de quantidade considerável e sérios danos ao couro cabeludo, e também problemas respiratórios, oculares e até mesmo neurológicos. REAÇÃO AO USO DE MEDICAMENTOS – Alguns medicamentos tem como efeito colateral a queda de cabelo. Ao deixar de usar esses medicamentos o cabelo volta a crescer. São eles: Varfarina, Heparina, Propiltiouracila, Carbimazol, Vitamina A, Isotetrinoína, Lítio, Betabloqueadores, Colchicina e Anfetaminas. Queda de cabelos   Também existem algumas coisinhas que fazemos no dia a dia que podem ajudar a aumentar a queda. Algumas atitudes bem simples podem ajudar a evitar esse problema, veja só: ৺   Dormir com os cabelos molhados ou prendê-los ainda molhados pode ajudar a provocar a queda. ৺   Procure sempre usar produtos indicados para seu tipo de cabelo. ৺   Alguns produtos danifica a raiz e o comprimento dos cabelos, então procure evitar usar secador e prancha com frequência. O mesmo vale para produtos químicos. Se não for possível, procure cuidar do organismo e dos cabelos para amenizar os danos. ৺   Procure lavar os cabelos com água morna ou fria, pois a água quente pode prejudicar a raiz. ৺   Se for fazer penteados presos como tranças, evite puxar os fios com muita força. ৺   Certifique-se que o produto que seu cabeleireiro usa em seus cabelos não ultrapassa os níveis permitidos de agentes químicos, estipulados pelo Ministério da Saúde e pela ANVISA. ৺Aliar uma dieta saudável com exercícios físicos e sono regular ajuda a equilibrar o organismo, tornando desnecessário o uso de medicamentos e provocando reversão do quadro de queda de cabelo. Alguns casos de queda de cabelo podem ser facilmente resolvidos com adequação da alimentação e cuidados diários com a saúde e os cabelos. Alguns casos no entanto necessitam de ajuda profissional e tratamentos mais direcionados, como por exemplo uso de laser, terapias intensivas, implantes e outros tratamentos clínicos. Seja como for, se você está sofrendo com a queda dos cabelos é melhor procurar profissionais especialistas no assunto que possam ajudar antes que o problema tome maiores proporções, e deixar seus cabelos lindos e bem cuidados. Queda de cabelosVeja nesse post tratamento capilar do couro as pontas que ajudam muito na queda de cabelos

Faça um comentário, de sua opinão, aceitamos criticas…bjinhos

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe agora!

Se gostou compartilhe com seus amigos e familiares!