Escolha uma Página

Rejuvenescimento facial: tratamentos com ácidos

         Aproveitando o inverno para tratar da pele do rosto

O momento ideal para cuidar da pele é o inverno. Principalmente a pele do rosto, que é mais sensível e acaba recebendo menos incidência do sol nesta época do ano. Alguns sinais aparecem com o aumento da idade, outros por descuido. Para tratar de espinhas, rugas e até manchas, os ácidos são os produtos mais utilizados nos tratamentos estéticos faciais. Para rejuvenescimento facial, existem várias dessas substâncias que promovem um aspecto mais jovem à pele do rosto.

Os ácidos e suas funções no rejuvenescimento facial

Ácido salicílico

Um exemplo de ácido é o salicílico. Eficaz na diminuição da oleosidade da pele, protegendo contra bactérias. Para tratamentos de acne, ele promove a esfoliação, desobstruindo os poros. Esse ácido não tem a função de eliminar as espinhas que já apareceram no rosto, mas consegue diminuir os poros e a produção de sebo. Ele é encontrado em muitos cosméticos. O ideal é utilizá-lo com prescrição médica. Em alguns casos, a sua venda é liberada em produtos de impacto menos agressivo, com riscos menores de irritação da pele. Dermocosméticos com este ativo poderá ter uma concentração entre 0,5%

acido salicílico - rejuvenescimento facial

É importante, durante o tratamento com qualquer ácido, o uso contínuo do filtro solar. Mais do que nunca, este produto não poderá ser esquecido ou dispensado. Seu uso é recomendável diariamente, mas para proteger durante um tratamento desses, o uso do filtro solar com fatores altos são essenciais. É proibido não usar!

Ácido azelaico

O ácido azelaico tem propriedades despigmentante, antibacterianas e anti-inflamatórias. Serve para ser utilizado no tratamento contra acnes que provocam manchas na pele. Por ser um inibidor da tirosinase, substância responsável pela produção de melanina, combate o aparecimento de manchas ou melasma. O ácido azelaico tem um diferencial: não tem substâncias teratogênicas. Por isso, não é prejudicial, podendo ser utilizado por gestantes e mulheres que estão amamentando. As concentrações de 15 ou 20% são seguras, porém no Brasil se estabelece a aprovação do ácido azelaico de 15% para o tratamento da rosácea. Enquanto o ácido azelaico de 20% é para o tratamento do acne, não exigindo, neste caso, a receita médica.  Pode ser utilizado por qualquer tipo de pele. Combate os radicais livres e pode ser considerado um ácido antienvelhecimento.

ácido azelaico

ácido glicólico

Para combate de rugas leves e marcas de expressão, esse ácido pode ser utilizado em casa mesmo. Existem vários cosméticos que já possuem esse ácido em sua composição. O resultado é satisfatório quando feito o uso com freqüência, acelerando em até três vezes a renovação da pele, garantindo um rejuvenescimento facial. Sua concentração varia de 2 a 20% em dermocosméticos comuns. Já nos preparados e nos consultórios a concentração do ácido pode chegar a 70%. Seu uso pode ser combinado a outros tipos de ácidos e o mesmo auxilia na absorção dos demais. Por ter o efeito de afinar a pele, vale ressaltar o uso do filtro solar FPS 30, no mínimo. Não elimina todas as rugas, mas dá uma considerável suavizada.

peeling-de-acido-glicolico-rejuvenescimento facial

Ácido retinoico

O ácido retinoico ou, vitamina A ácida, tem características que melhoram a qualidade do colágeno, suavizando as linhas de expressão e tratam o acne de grau 1 – quando apresentam-se ainda como cravos inflamados. Também é responsável por controlar a oleosidade e por clarear a pele. O aumento de firmeza e textura aveludada também são características associadas ao uso deste ácido. É muito usado para o processo de peeling com o intuito de promover o rejuvenescimento facial. Seu problema é deixar a pele propícia a escamar e ressecar. Também pode ser extremamente danoso para gestantes, sendo um medicamento que tem a necessidade de receituário médico. Por esse motivo, é indicado ser utilizado aos poucos, em dosagens baixas para não agredir tanto a pele. Sua concentração varia de 0,01% a 0,1% nos produtos industrializados e manipulados. Já nos consultórios sua concentração pode chegar a 5%.

acido retinoico - clareamento

ácido mandélico

Seu ponto forte é o tratamento do melasma, sendo possível associá-lo a outros ácidos.  Ele é um pouco menos eficaz que o ácido glicólico, sendo mais indicado para casos em que o paciente não tolera o uso do glicólico. Seu uso deve ser monitorado sempre para identificar se está irritando a pele.  Este ácido é extraído de amêndoas amargas e indicado para peles oleosas, acneicas e morenas. Recomendável evitar exposição excessiva ao sol.

acido mandelico 2

Ácido kójico

Usado por dermatologistas, tem também função como conservante alimentar. Ele impede que os morangos escureçam e apodreçam. Derivado de fungos (Aspergillus e Penicillium), sua ação é de despigmentante. Eficiente e seguro, pode ser combinado com o ácido glicólico e vitamina C. Está presente em vários cremes, géis e loções, principalmente nos cremes clareadores de uso diurno, já que não costuma irritar a pele, mesmo com uma leve exposição solar. Possui ação antioxidante, outro fator importante para utilizar no tratamento de rejuvenescimento facial. Costuma-se utilizar uma concentração de 1% a 4% e seus efeitos logo são perceptíveis. Note este rosto bem pigmentado e, após o tratamento, mais uniforme.

ácido Kójico

 Ácido hialurônico

Quem já ouviu falar neste ácido? Acho que é o mais comentado na mídia ultimamente. Esse ácido tem potencial para preenchimento da pele. Ele é um ácido que compõe a estrutura do nosso tecido (pele). Com o avanço da idade, nossa pele começa a “craquelar” e a reposição deste ácido faz o preenchimento dessas falhas naturais. O ácido hialurônico, produzido para uso estético, é feito através da fermentação bacteriana. Seu uso pode ser através da utilização de dermocosméticos com o componente ou por preenchimento facial ou até mesmo para hidratação. A sua função é atrair a água que entra no corpo, por isso sua ação hidratante. Como nosso corpo é composto por cerca de 70% de água, o ácido é capaz de atrair a quantidade necessária para perto de onde o mesmo foi aplicado, preenchendo as falhas.  Por isso é tão eficiente nos tratamentos de rejuvenescimento facial. Outra função é a redução de olheiras. Uma ótima opção!

preenchimento-acido-hialuronico - REJUVENESCIMENTO FACIAL

acido hialuronico

Imagem da Internet. Se você é o dono ou conhece e não gostaria de ver sua imagem neste site, por favor entre em contato.

Fotos: Pinterest e Google

 

 

 

 

 

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe agora!

Se gostou compartilhe com seus amigos e familiares!