Problemas sexuais femininos são muito comuns nos dias de hoje. Encontrarmos mulheres as quais passam por esses problemas, onde muitas delas não se tratam por falta de conhecimento sobre esse assunto.

É muito importante ter conhecimento sobre esses tipos de problemas, afinal este é um caminho para que se faça o tratamento e assim acabe com os seus problemas.

Para que você tenha um pouco mais de conhecimento sobre os problemas sexuais femininos, continue lendo o nossa matéria, pois aqui iremos lhe apresentar quais são os problemas mais comuns que as mulheres têm.

Os problemas sexuais femininos mais comuns

   Como falamos acima, muitas mulheres têm problemas sexuais e não fazem nenhum tipo de tratamento devido a sua falta de conhecimento sobre o assunto e para que você se interaja a esse fator, iremos citar alguns tipos de problemas sexuais femininos mais comuns. Seguem abaixo:

Transtorno do Desejo Sexual Hipoativo

Esse é o tipo de transtorno onde a mulher não têm fantasias ou pensamentos sexuais e também o desejo pela atividade sexual, onde esse comportamento causa sofrimento e dificuldades em seu relacionamento.

Problemas sexuais femininos

Esse problema é também conhecido como desordem do desejo sexual hipoativo. Estima-se de que este problema ocorre em média de 20% das mulheres nos dias de hoje.

Transtorno da Aversão Sexual

Esse tipo de transtorno é quando a mulher evita total ou então quase todo contato sexual genital com o seu parceiro de relacionamento e isso pode causar sofrimento pessoal e criar dificuldades no relacionamento entre ela e o companheiro.

Geralmente essa condição afeta as mulheres que já vivenciaram algum  abuso sexual. Estudos comprovam que 75% dos pacientes com transtorno de pânico têm problemas sexuais.

Transtorno da Excitação Sexual

Neste caso é quando a mulher tem a incapacidade persistente e recorrente de atingir a lubrificação e também a reação do inchaço no período de excitação sexual.

Esse já é considerado o segundo problema sexual feminino mais comum, onde ele afeta em média de 20% das mulheres e ocorre com mais frequência nas mulheres pós-menopausa.

Como um resultado deste transtorno, a fase de excitação da resposta sexual da mulher pode demorar mais tempo que o normal e a sua sensibilidade da área vaginal é menor. Vale lembrar que isso pode ocorrer em qualquer idade.

Transtorno do Orgasmo Feminino 

            Quando a mulher tem transtorno do orgasmo, a ausência persistente ou tem atraso no orgasmo após estimulação e excitação sexual, esse tipo de problema causa sofrimento pessoal.

De acordo com algumas pesquisas, de 24 a 37% das mulheres têm esse tipo de problemas em conseguir atingir o orgasmo.

Não ter o orgasmo, ou então não ter um em apenas algumas determinadas situações, é um tipo de problema que pode ser resolvidos, bastar aprender como o corpo da mulher responde a essas situações, assim podendo garantir uma estimulação adequada.

Problemas sexuais femininos

dispareunia 

Esse é um problema, onde as mulheres sentem dor durante ou após a relação sexual, geralmente esse problema ocorre em quase duas em cada 3 mulheres, segundo ACOG.

vaginismo 

            O Vaginismo pode ter causas médicas, como por exemplo, cicatrizes na vagina, que pode ser origem de uma lesão no parto ou então em alguma cirurgia, pode ser também irritações de duchas, espermicidas ou látex de preservativos ou infecções pélvicas.

Com esses pontos citados acima, agora você já conhece quais são os problemas sexuais mais comuns entre as mulheres.

Agora que você já aprendeu um pouco sobre Problemas sexuais femininos, que tal saber também mais sobre a saúde da mulher em diferentes fases de sua vida?

Clique aqui no link que estamos disponibilizando e confira o post que separamos em nosso blog . 

O QUE É A MENOPAUSA? QUAIS OS SINTOMAS DA MENOPAUSA?

PRIMEIROS SINTOMAS DA GRAVIDEZ – SAIBA RECONHECÊ-LOS!

Não se esqueça de compartilhar essas informações com as suas amigas de trabalho.